Translate

domingo, 12 de maio de 2013

Viagem: Tradição Gaúcha

Oi gente...

Sábadão é dia de falar sobre Viagem. Mas, neste primeiro post, queria dividir uma situação engraçada com vocês sobre a minha primeira ida ao Rio Grande do Sul, onde cometi várias gafes sobre o tradicional Chimarrão. #TradiçãoGaúcha
O chimarrão ou mate é uma bebida característica da cultura do sul da América do Sul, um hábito legado pelas culturas quíchua, aymará e guarani. Ainda hoje é hábito fortemente arraigado no Brasil (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul (principalmente), Mato Grosso do Sul e Mato Grosso (Pantanal e Rondônia), parte da Bolívia e Chile e em todo o Paraguai, Uruguai e a Argentina.

O chimarrão pode servir como "bebida comunitária", apesar de que alguns aficionados o tomem durante todo o dia, mesmo a sós. Embora seja cotidiano o consumo doméstico, principalmente quando a família se reúne, é quase obrigatório quando chegam visitas ou hóspedes. Então assume-se um ar mais cerimonial, embora sem os rigores de cerimônias como a do chá japonês.

A água não pode estar em estado fervente, pois isso queima a erva e modifica seu gosto. Deve apenas esquentar o suficiente para "chiar" na chaleira. Enquanto a água esquenta, o dono (ou dona) da casa prepara o chimarrão.

Há quem diga que isto acaba estabelecendo a hierarquiasocial dos presentes, mas é unânime o entendimento de que tomar chimarrão é um ato amistoso e agregador entre os que o fazem, comparado muitas vezes com o costume do cachimbo da paz. Enquanto você passa o chimarrão para a próxima bebê-lo, ele vai ficando melhor. Isso é interpretado poeticamente como você desejar algo de bom para a pessoa ao lado e, consequentemente, às outras que também irão beber o chimarrão.

Nesse cenário, o preparador é quem é visto mais altruisticamente. Além de prepará-lo para outras pessoas poderem apreciá-lo, é o primeiro a beber, em sinal de educação, já que o primeiro chimarrão é o pior. Também é de praxe o preparador encher novamente a cuia com água quente (sobre a mesma erva-mate) antes de passar cuia para as mãos de outra pessoa (ou da pessoa mais proeminente presente), que depois de sugar toda a água, deve também renovar a água antes de passar a cuia ao próximo presente. Não se esqueça de tomar o chimarrão totalmente, fazendo a "cuia roncar". Se considera uma situação desagradável quando o chimarrão é passado adiante sem fazer roncá-lo. "Os 10 Mandamentos do Chimarrão" é um texto humorístico sobre o chimarrão tomado no sul do Brasil é muito popular na Internet.
Pois é, sabe todos esses 10 Mandamentos do Chimarrão acima? Eu burlei todos. Foi mico atrás de mico. Quase que o marido me devolvia! rsrs. Mas agora, já estou expert! 

Virei Potigucha! Viciada, inclusive! Existem pesquisas que afirmam dados sobre o Chimarrão, onde as mulheres que fazem uso dele diariamente, retardam o envelhecimento! #Dica
Vamos que vamos, pois o próximo post é Cinema!

Beijo pra quem é de beijo e abraço pra quem é de abraço.

Xerinho da Kê Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário