Translate

sábado, 8 de junho de 2013

Viagem: São Paulo e suas facetas!

Oi gente!

Como disse, cheguei na madrugada de quinta-feira na cidade que me acolheu de braços abertos e que eu adotei como minha: São Paulo! A Selva de Pedras que eu tanto amo!!!

Minha história com Sampa começou há muito tempo... Mas, me apaixonei de verdade pela cidade quando vim passar umas férias quando cursava Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo. Fiquei 45 dias na capital paulistana e não queria mais voltar para Natal. Foram 45 dias intensos! Tenho amigos daqui que afirmam que conheço mais lugares que muitos paulistanos... =)

Voltei para Natal decidida de que quando me formasse voltaria para ficar! E voltei! Fiquei 4 anos na terra da garoa e foi aqui que fundamos a Duca Comunicação dirigida pelo meu irmão Nelio Jr, fiz grandes amizades e conheci o meu gaúchinho! Casamos e acabamos optando por ir morar na Capital do Sol. Agora imagina, se 45 dias foram intensos, imagine 4 anos!!!

Morei no coração da cidade, em plena Av. Paulista e, como digo até hoje quando as pessoas me perguntam como eu posso gostar desta cidade? Eu nunca vivi o caos de São Paulo (trânsito, enchentes, criminalidade)! Morava em um local onde não precisava ficar no trânsito, pois tinha metrô na porta, além de tudo o que eu precisava estava ali, nas proximidades. 
Como diz o ditado: “São Paulo não pode parar”.  O trânsito de vez em quando empaca, mas a cidade não pára de se mover em velocidade vertiginosa. A selva de pedras é uma usina de oportunidades para todo mundo que queira criar, realizar, consumir. Trabalho e prazer se confundem. Mas uma coisa é certa: quem vem de visita acaba aproveitando a cidade muito mais.

De uns anos para cá, a proibição de outdoors e letreiros revelou uma beleza que a própria São Paulo não imaginava ter. “Fique mais um dia”, recomenda a campanha da secretaria de turismo aos viajantes apressados. Excelente idéia!!!
Quando ir
O outono e o inverno são mais secos, com dias agradáveis e noites frias; a primavera é chuvosa e o verão registra trombas d’água no final de tarde. Fins de semana e feriadões são perfeitos para visitar: as diárias dos hotéis baixam e a fluidez do trânsito barateia as corridas de táxi. Janeiro e julho também são meses em que o deslocamento pela cidade é mais tranqüilo. Dezembro é a época mais conturbada, por causa das compras de Natal.

Os dois eventos turísticos mais importantes são a Fórmula 1, em novembro, e a Parada do Orgulho Gay, que é realizada no feriado de Corpus Christi (foi no dia do meu aniversário e eu perdi!!! =( ). Em abril acontece a festa mais importante da cidade: a Virada Cultural, com 24 horas de shows e eventos.

Onde ficar
São Paulo renovou completamente a sua rede hoteleira na última década. A oferta de acomodações, porém, já está insuficiente para os dias de semana e grandes eventos.

Os hotéis nas imediações do cruzamento entre as avenidas Paulista e Consolação são perfeitos para quem vem visitar: há metrô e corredor de ônibus na porta, e chega-se em corridas curtas de táxi ou mesmo a pé a vários pontos de interesse.

A avenida Berrini tem a melhor coleção de hotéis voltados para executivos. Mas para quem vem a trabalho e quer aproveitar a vida noturna, Vila Olímpia e Itaim são mais convenientes.

Há hotéis nas imediações dos dois aeroportos: Congonhas e Guarulhos.

O que fazer
Alguns dos passeios mais interessantes da cidade estão no Centro: a Pinacoteca do Estado, o Museu da Língua Portuguesa e o Mercado Municipal podem ser combinados numa mesma saída. Aos domingos, acontece a feirinha da Liberdade, que é tradicional pela cultura japonesa! Passear no Parque do Ibirapuera também é uma boa pedida. São infinitas as opções...

Vale a pena contemplar o espigão da Avenida Paulista de dois mirantes opostos: o Terraço Itália e o hotel Unique.

As experiências de compras vão de A a Z – dos shoppings mais sofisticados às ruas especializadas em pechinchas, como José Paulino, 25 de Março e Santa Ifigênia.

O eixo Itaim-Jardins tem mais restaurantes, mas Higienópolis encontra-se em ascensão.

Na vida noturna, a rivalidade Vila Madalena x Vila Olímpia ganhou um concorrente: o Baixo Augusta, o preferido dos alternativos.

Desta vez, vim para ficar 6 dias e, sempre que venho, gosto de visitar alguns locais que guardarei para sempre em meu coração!!! Super indico!!!

Bom final de semana pra vocês lindonas!!! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário