Translate

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Gastroplastia: Do dreno à dieta líquida!


Oi gente! 

Dando continuidade à saga "Sai desse corpo que não te pertence!" rs... Os três dias no hospital foram cruciais para o meu pós-operatório. Quando acordei e vi o tão falado DRENO, não esperava que ele fosse tão grosso e ficasse tão exposto. Pense num susto! Foram seis furinhos ao todo para a realização da videolaparoscopia e o dreno saía de um deles. 

Mas, para o alívio de todos, ele não dói nada! Só incomoda um pouco... Tipo, é um ser estranho ali pendurado em você... Eu ficava doidinha! E uma dica bacana que recebi da minha tia Léo, que já havia passado pelo processo foi: prender a mangueirinha com um esparadrapo na barriga, próximo ao umbigo, porque quando fosse fazer as necessidades, caso esquecesse do troçinho lá pendurado, não tinha perigo dele repuxar, caindo de vez. Saca?

O dreno é super importante no processo, pois através dele, a equipe médica tem como saber como está tudo lá dentro. Ele armazena as substâncias que saem de um dos orifícios da cirurgia, uma água rosada (com sangue). Ficar olhando pra ele dá uma agoniazinha... Fiquei 8 dias com ele.

Do dreno à dieta líquida!

O primeiro dia é dieta zero! Nada? Nadica de nadica!!! Mas, senti muita vontade de soltar "pum" e isso, também é crucial, tem que andar muuuuuuiiiiito sob a recomendação do fisioterapeuta pulmonar e liberar geral! Díficil é para o acompanhante! rs. 

Voltando a dieta zero... Como senti gases, muitaaa, o meu médico liberou luftal diretamente aplicado na língua e engolindo como se fosse saliva.

Eu, particularmente, não senti muita sede, pois estava bem nutrida com o soro que a gente fica recebendo neste período. No entanto, há gente que reclama muito da sede. Então vou dar aqui algumas dicas:
- fale pouco;
- se tiver ar condicionado ou ventilador, acione-os;
- molhe bastante a boca com água, mas cuide para não bebê-la, pois tu poderá botar tudo a perder.

Segundo dia: DIETA LÍQUIDA, aí vou eu!!!

Você deve saber que o seu estômago foi bruscamente reduzido a uma medida de aproximadamente 7x3 cm. Isso quer dizer que, quase nada cabe ali dentro. E, considerando ainda que ele está todo "grampeado", tudo o que for excesso poderá influenciar no pós-operatório, inclusive, colocando a sua vida em risco!

Nesta fase, SÓ PODE, apenas 30 ml (aquele copinho descartável de café) de líquido a cada meia hora (eu colocava o celular para despertar para não pular os copinhos #Dica), sendo que ele deve ser degustado lentamente. Para mim, foi liberado água de coco, isotônicos, suco, chá com adoçante e o caldo da carne. Mas gente, tudo isso é líquido meeeessssmo!!! A água de coco, por exemplo, tem que ser coada 3X. Não pode ter um fiapinho do coco. Tem que ter atenção redobrada!!! O caldo tem que ser beeem ralinho (carne magra, frango sem pele, peixe e legumes) sem qualquer pedaço. Tem médico que orienta a peneirar o caldo com um pano de prato!

Não consuma líquidos calóricos, pois são ricos em açúcar e podem causar: diarréia, tontura, fraqueza, sudorese, palpitações, taquicardia, rubor, dispnéia, sonolência, desmaios, náuseas, vômitos e dores abdominais. Não consumir bebidas alcoólicas. É importante tomar 2 litros de líquidos por dia para que a urina fique clara, para prevenir a formação de cálculos renais (pedras nos rins) e a desidratação.

Eu fiquei 10 dias ao total na dieta líquida! Mas pense que já teve épocas piores... Tem gente que ficava 30 dias na dieta líquida! Tem noção? Acertou quem disse: uma tortura! É por isso, que para reduzir o estômago, você precisa passar por algumas consultas com psicólogos antes de fazer a operação. Afinal, o estômago é reduzido e a cabeça não!!!

Hoje reconheço que fui muito forte! Fiz a cirurgia dia 17 de dezembro de 2012, ou seja, as festas de fim de ano, Natal e Ano Novo, todo mundo se deliciando com as ceias... E eu? Firme e forte nos copinhos!!! Fiz tudo conforme manda o figurino e emagreci 10 kg na fase da dieta líquida. Isso mesmo! 1 kg OFF por dia! Olha a ceia aqui de casa (meu esposo comeu tudo isso sozinho! Olhem meu prato):
Lembre-se sempre: esta cirurgia é uma decisão sua e a cada obstáculo superado, a alimentação será lentamente acrescida de melhorias. Ah, e o principal: A BALANÇA VAI TE RECOMPENSAR!

Portanto, foco, fé e força!!!

Na próxima sexta-feira, irei falar sobre a dieta pastosa. Um banquete, diga-se de passagem!!!

Beijo pra quem é de beijo e abraço pra quem é de abraço.

Xerinho da Kê Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário